A Lei dos 4 EMES - Para um bom Planejamento - Seqüência 4 - Melhoração

Imprimir

Nívio Terra, Advogado e Consultor Pessoal

Insisto em dizer que toda atividade humana necessita de certa sistematização, desde o nascimento da idéia até a sua concretização, resultando, então, a criação da
Lei dos 4 Emes para um bom Planejamento,
Considero, portanto, que o planejamento é uma atividade sistêmica, composta de quatro fases, que denominei de
MATURAÇÃO – METODIZAÇÃO – MATERIALIZAÇÃO – MELHORAÇÃO.
Até o momento, foram apresentados, didaticamente, os estudos:
- Lei dos 4Emes Para Um Bom Planejamento – Conceitos Iniciais
- Lei dos 4Emes Para Um Bom Planejamento – Seqüência 1 – Maturação
- Lei dos 4Emes Para Um Bom Planejamento – Seqüência 2 – Metodização e
- Lei dos 4Emes Para um Bom Planejamento – Seqüência 3 – Materialização.
Complementando essas análises, trato, a seguir, da quarta e última fase, a
MELHORAÇÃO.
O empreendedor assumiu a sua idéia, no conceito de Maturação, que até podia ser egoística, a princípio; ajustou-a, sozinho ou com parceiros, através da Metodização e, a seguir, através da sua Materialização, colocou-a à disposição do público-alvo, fazendo-a vingar e crescer.
Mas sabe que não pode esmorecer, pois há necessidade de freqüentes verificações de como está se portando seu produto ou serviço.
É quando ocorre a fase da Melhoração.
Em se tratando de sociedade para negócios, é preciso cuidado especial para que todos sócios estejam trabalhando com a mesma perseverança o negócio escolhido, além de outras verificações.
O dirigente de instituição de caridade, em outro exemplo, tem sempre que demonstrar amor a seus protegidos.
Ninguém pode ficar à sombra de seus triunfos, devendo retornar ao tempo da Maturação a fim de pesquisar novos métodos ou sistemas visando o aperfeiçoamento do empreendimento. O produto já materializado talvez precise sofrer adaptações.
Mesmo porque o “planejamento e o controle dos sistemas de produção podem ser sempre alvo de melhorias”, segundo Thomas E. Vollmann (*).
Isso demanda a reutilização do método ordenatório de planejamento, aplicando-se as etapas da Maturação e da Metodização, a fim de que a nova Materialização seja também bem sucedida ou que traga as retificações consideradas necessárias.
O importante é ter sempre presente que o planejamento é o conjunto e não cada uma das suas partes. Daí a nomenclatura de “Lei dos 4 Emes”.
A Lei do Inquilinato,exemplificadamente, não cuida somente da locação, e, sim, dos prazos, das garantias, etc.
Para que se obtenha um bom planejamento se torna necessário utilizar das suas quatro fases, cada qual no seu devido tempo e com a intensidade achada conveniente, para se alcançar o desiderato de um desempenho de sucesso.
Simbolizando o complexo de planejamento, sob a Lei dos 4Emes, costumo mostrar que cada uma das fases corresponde a um círculo, todos interligados e girando sobre o mesmo eixo, que é o objeto ou o empreendimento escolhido, num perfeito moto-contínuo.
Para o negócio, o produto ou o serviço ser vitorioso, seu criador deve estar atento, retornando, com freqüência, aos estágios anteriores. A atividade precisa ser repensada e eventualmente corrigido o seu curso, visto que as influências externas podem prejudicar o seu resultado final.
Um exemplo é a concorrência em algum produto ou serviço, que pode anular todo o procedimento anterior, buscando conquistar o mercado existente.
Por vezes, até a idéia primitiva, maturada, metodizada e materializada precisa ser melhorada, no todo ou em parte. O efetivo empenho em cada etapa garante o resultado superior.
Uma idéia sem Maturação não permite uma correta Metodização e, muito menos, uma Materialização eficiente. Aí, somente o retorno ao ciclo completo, através da Melhoração, talvez consiga reverter o quadro de prejuízo.
Um exemplo clássico da Melhoração se encontra no acordo ajustado entre duas grandes organizações: os jornais O Estado de São Paulo e a Folha de São Paulo criaram uma nova empresa que se encarregará da logística das entregas. Parece uma idéia estapafúrdia, eis que essas empresas são nítidas concorrentes nos seus objetivos principais, que é a mídia impressa. Mas “a redução nos custos de cada exemplar entregue, além da certeza na obtenção de outros índices de eficiência e qualidade da distribuição” justificam essa que até pode parecer uma decisão negocialmente perigosa, como referido por notícias na imprensa.
Além disso, informam seus diretores que a idéia foi sendo maturada durante muitos meses e metodizada com toda a ciência, antes de ser colocada em prática, ou seja, materializada. Até que cabe o ditado de que “os fins justificam os meios”. Talvez não tenham sido utilizadas as denominações que pregamos, mas o que vale é o seguimento de uma certa ordem para o plano previsto ter a sua valia.
Todo empreendimento sistematizado sob a ótica da
Lei dos 4Emes – Para Um Bom Planejamento,
por ter sido planificado com ciência, atinge metas superiores.
O equacionamento – vale salientar – pode ser aplicado seja qual for o volume pretendido. Tanto grandes, quanto médios e pequenos empreendimentos, empresas ou negócios melhor evoluem quando executam o planejamento global
Na verdade, já foi dito: não existe mau negócio, existe negócio mal administrado, ou seja, não sistematizado.
Por derradeiro, como fizemos em relação às demais fases, eis um resumo das características dessa quarta e última, a Melhoração:
- é parte de uma atividade sistêmica;
- é o quarto estágio da invenção;
- é o estímulo para o aperfeiçoamento do produto ou serviço;
- é base para o retorno, quando necessário, da utilização dos princípios anteriores;
- é a oportunidade para aprimoramento dos partícipes do empreendimento;
- é a base para fazer com que o empreendimento se constitua em uma espiral de progresso contínuo, com a atualização dos seus métodos de trabalho.
_______________________________________________________
Cconsideração final.
Em atenção ao leitor, procurei não estender, demasiadamente estes estudos, deixando de apresentar mais exemplos de aplicação dos quatro princípios da Lei dos 4 Emes Para Um Bom Planejamento.
(Você já leu? Chegou no dia 09/01/02)
--------------------------------------------------------------------------------
(*) Gazeta Mercantil, Mastering Management n. 9, pg. 6)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O conteúdo do portal despertou interesse, copie, mas credite a fonte.
Sua ética será o fiscal deste pedido.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 A Lei dos 4 EMES - Para um bom Planejamento - Seqüência 4 - Melhoração - Joomla