Meu Sócio, Meu Amigo – Como Evitar Atritos Societários - 15 - Deliberações na Empresa. Sua Sistemática

Imprimir
Categoria: E-book

DELIBERAÇÕES NA EMPRESA.
SUA SISTEMÁTICA

A divisão de trabalho entre os sócios, atendendo às suas características pessoais, é referida em outros TEMAS.

Neste momento, com base em conceitos apresentados em dois quesitos da Sócio-Pesquisa, tratarei da sistemática de deliberações.

Para conhecimento direto do leitor, transcrevo algumas diretrizes expressas por empresários na Sócio-Pesquisa, englobando os quesitos seguintes:

9) Você era (é) o sócio majoritário? Como são tomadas as soluções do dia a dia e outras mais importantes para a sociedade?

10) Na sua empresa os sócios se reúnem formalmente para a tomada de decisões? Ou qual é a fórmula utilizada?

RESPOSTAS

– Eu era sócio 50%. As mais sérias devem ser divididas entre os sócios e as do dia a dia, cada um deve tomar a de sua responsabilidade.

– Não sou sócio majoritário. Procuramos conversar e trocar idéias antes de decisões importantes. Porém é difícil manter a agenda das nossas reuniões, que acabam acontecendo quando possível.

– Não. A tomada de decisões tem que ser estabelecida de modo a reduzir as possibilidades de atritos, mas não de eliminá-los. Sim. há um conselho que se reúne freqüentemente para adotar decisões.

– Sou majoritário, mas somente procuro o consenso. As mais importantes, sim (diálogo).

– Sim (majoritário) – As soluções para que a sociedade perdure têm que ser em conjunto. Reunião formal, agenda prévia.

– Não era. Dada a condição “idade” dos sócios, passei a ser e a tomar decisões sozinha.

– Não sou majoritária. As soluções diárias são tomadas em comum acordo. À medida do necessário, com assuntos específicos.

– Não sou sócia majoritária, pois a maioria das ações pertence a meu pai. Trata-se de uma empresa de pequeno porte e, conseqüentemente, existe um alto grau de informalidade na gestão dos negócios. As decisões mais importantes são tomadas por meu pai e por mim, com consultas esporádicas a outros membros menos atuantes.

– Sou majoritário; a opinião de cada um tem peso maior em sua área de atuação. Porém sempre há um consenso geral. Eu só entro como voto de Minerva. – Não. São sempre reuniões extraordinárias convocadas por um de nós.

– Não; acho que a todo o momento temos que analisar, pensar, repensar os passos a serem efetuados.

– Quando havia um problema à vista ou uma dificuldade a ser transposta sentávamos para ver qual seria a melhor solução. No final sempre tínhamos uma solução.

– Não. As soluções cotidianas eram tomadas independentemente por cada um dos sócios em suas respectivas áreas, dentro da própria cultura da empresa.

– Reuniões as há, esporádicas, quando da ocorrência de fatos novos que implicam maiores compromissos ou responsabilidades para a empresa.

– Decisões operacionais: tomadas pelo responsável por área/atividade. Decisões estratégicas ou macro-econômicas: por deliberação de colegiado.

As posições, portanto, são as mais variadas. Deduzo serem elas as mais adaptáveis a cada indivíduo, a cada situação, a cada organização. O que ressalta como maior virtude é o respeito do majoritário pela palavra do companheiro.

Significativo o fato de terem sido conclusões de associados que não tiveram entre si questões mais sérias, apesar de as empresas serem bem antigas.

Com toda a certeza, incentivo a que, nos debates sobre o andamento dos negócios, seja imprescindível que os sócios atendam às ponderações de seus parceiros, para que a diretriz final seja a mais monolítica possível.

É o chamado consenso. Mas, quando isso não for possível, a maioria, respeitosamente, deliberará, sem constrangimentos. Atitude correta, isenta de paixão. A simples acomodação liquida a empresa.

O que não será considerado demérito para quem não teve a opinião aceita. A decisão não foi contra si, mas em favor da empresa.

Pior que uma deliberação errada é a contínua indecisão.

RESUMO DO TEMA

DELIBERAÇÕES NA EMPRESA – SUA SISTEMÁTICA

No que se refere à sistemática das decisões, as posições são as mais variadas

São, portanto, adaptáveis a cada indivíduo

As opiniões dos parceiros devem ser ponderadas para que as decisões sejam

monolíticas

A decisão majoritária não é demérito para a outra parte

A simples acomodação liquida a empresa.

Pior que uma deliberação errada é a contínua indecisão.

------------

Próxima edição:

Meu Sócio, Meu Amigo – Como Evitar Atritos Societários – 16 – 01/03/2012

- O NÃO transitando pelo TALVEZ para alcançar o SIM
Período de publicação: a partir de 01 de março de 2012

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 Meu Sócio, Meu Amigo – Como Evitar Atritos Societários - 15 - Deliberações na Empresa. Sua Sistemática - Joomla