Meu Sócio, Meu Amigo - Como Evitar Atritos Societários - 5 - Sociedade para Negócios - Vantagens da Sociedade

Imprimir
Categoria: E-book


Sociedade para Negócios

A sociedade conjugal tem uma finalidade própria que, resumidamente, se traduz no dualismo: satisfação pessoal/criação da família.

Já da sociedade para negócios resulta outra conotação, que é a união de esforços de duas ou mais pessoas na busca do lucro.

Ora, se o agrupamento de pessoas estranhas tende levar a divergências, já que elas precisam ter perspicácias diferentes, conforme veremos mais adiante, qual a sua utilidade?

Em primeiro lugar, a formação de uma sociedade faz com que haja na pessoa de cada associado uma separação de seu patrimônio particular daquele alocado ao negócio.

A pessoa física do sócio, portanto, fica diferenciada da pessoa jurídica advinda daquela associação de dois ou mais membros. Salvo exceções, que confirmam a regra, os bens particulares não sofrem restrições por prejuízos ocorridos na empresa constituída.

Uma segunda vantagem é a complementação das necessidades que uma pessoa tem para a condução do pretendido negócio.

Chama a atenção quando surge uma empresa de um homem só... com marca conhecida internacionalmente... controlada por uma única pessoa. Sem sócios. Sem família... como descreve a jornalista Marília de Camargo César na reportagem sobre Paul van Zuydam.

Parte significativa retiro do final da matéria, quando, após comentar estar recebendo propostas para venda da empresa, diz o seu dono que, quando chegar uma irrecusável, vai 

tirar férias e passar um tempo na selva brasileira.

Mais um proveito para os sócios múltiplos: a possibilidade de se facultar o gozo de férias sem o trauma da procura de um interessado na compra.

O que, todavia, interessa, dentro do limite a que me propus, é investigar os aspectos emocionais da vida humana que se rivalizam com o suporte racional e fundamental para formação e continuidade de uma empresa.

As sociedades se classificam em micro, pequenas, médias, grandes ou mastodônticas, dependendo do tamanho de seu faturamento, quantidade de empregados ou por qualquer outro fundamento que os analistas hajam por bem catalogar.

São formadas entre pessoas físicas e jurídicas, em variadas fórmulas. Mesmo aquelas constituídas somente por pessoas jurídicas são, em última instância, representadas por seres humanos.

Claro que o companheiro de trabalho terá de ser escolhido com as devidas precauções.

Nem sempre o melhor amigo, o cunhado ou mesmo a irmã são os parceiros ideais para uma sociedade. Conhecimentos tecnológicos, habilidades administrativas e objetivos semelhantes devem ser levados em conta quando o assunto envolve dinheiro. Não são poucos os exemplos de famílias ou amizades de anos que acabaram em meses.

Por outro lado, são inúmeros os grupos constituídos entre parentes que progrediram, atingindo o pleno vigor.

Vale é estarem todos atentos na escolha dos meios corretos para alcançarem o êxito.

Para isso é que proponho a transparência nas relações entre os sócios, de forma a obter uma boa união na sociedade para negócios.

Além disso, juntos, cada um atinge maior sucesso.


►      RESUMO DO TEMA
SOCIEDADE PARA NEGÓCIOS

■       A sociedade conjugal pressupõe a satisfação pessoal da criação da família
■       A sociedade é a união de esforços de duas ou mais pessoas na busca do lucro
■       Na sociedade o patrimônio da pessoa física se separa da jurídica
■       As habilidades de um sócio complementam as do outro
■       A boa união dos sócios caracteriza a sociedade para negócios de sucesso◄

ººººººººººººººººººººººººººººººº

VANTAGENS DA SOCIEDADE

Sob diversos ângulos, defendo a vantagem da formação de sociedade para concretizar negócios.

No decorrer dos meus comentários sempre surgirão raciocínios enaltecendo o agrupamento, transmitidos por quem está ou irá fazer negócios.

Rolim Amaro, festejado empresário, diz que

polivalente mesmo só conheço o pato. Ela anda, ele nada, e ele voa.
E faz isso muito mal.  

Empresária de sucesso da área de cosméticos, Marta Harff vendeu parte de sua empresa à empresa americana Trust Company West. Quando entrevistada pela revista Caras, edição argentina, ao ser indagada como toma decisões, respondeu:

Tenho uma história pessoal de ter estado só durante muitos anos. Afirmo isso até
com pesar porque às vezes a gente se equivoca e não há ninguém para lhe mostrar
isso. Agora, somos uma equipe que trilha o mesmo caminho.

As finalidades primordiais da empresa são atingidas com maior velocidade.

Em toda atividade, quando as pessoas se deparam com as dificuldades do percurso, só o trabalho em equipe supera os desafios, segundo a experiência obtida em esportes com bastante emoção e riscos controlados pelo jornalista Marcelo Moreira.

A mistura de técnica, capital e ideal (atenção, isto é por demais significativo) acarreta um somatório de proveitos que dão bases sólidas para o empreendimento.

Um sem-número de exemplos justifica a criação de uma sociedade.

Prefiro me valer de palavras simples, mas de grande pertinência.

A atriz Marisa Orth passou, com grande habilidade, por uma saraivada de perguntas feitas pela revista Moeda Forte, sequer lembrando a sua estabanada personagem televisiva Magda. E, quando lhe perguntaram sobre sua situação em relação ao casamento, saiu-se esplendidamente:

O segredo é ter paciência. E acredito que ninguém viva sem relacionar-se. Vale a pena.

As sociedades conjugal e de negócio têm grande similitude, e a manifestação da Marisa Orth se aplica à empresa:

– ninguém consegue viver sem relacionar-se.

É próprio do ser humano. O ermitão é nitidamente uma exceção.

►    RESUMO DO TEMA
VANTAGENS DA SOCIEDADE

■      A formação da sociedade para negócios traz vantagens
■      Somente o pato é polivalente, faz tudo e muito mal
■      Uma equipe trilha o mesmo caminho
■      Com as dificuldades do percurso, só o trabalho em equipe supera os desafios
■      Não se vive sem relacionamento. O ermitão é exceção ◄
------------------------------------------ 
Próxima edição:
Meu Sócio, Meu Amigo - Como Evitar Atritos Societários - 6 - 21/11/2011
- Confiança – Fator Básico para um Sociedade
- Sócio: Você serve para isso?
Período de publicação: a partir de 21 de novembro de 2011

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 Meu Sócio, Meu Amigo - Como Evitar Atritos Societários - 5 - Sociedade para Negócios - Vantagens da Sociedade - Joomla