MAESTRO, O PARADIGMA DO LÍDER – Por Nelson Weingrill (*)

Imprimir
Categoria: Dicas e Fatos

O desenrolar da vida é uma sequência de aprendizados que se ampliam com o conhecimento e se emancipam pela sabedoria.

No decorrer de minha vida profissional – criada e desenvolvida numa empresa manufatora de instrumentos musicais de sopro e percussão – exerci a maioria das funções até a de diretor, em diversas áreas, sendo que na de relações com o mercado consumidor, tive a oportunidade de conhecer e aprender a admirar aqueles que exerciam as funções de Mestre de Banda, como vulgarmente são conhecidos os Maestros que dirigem as bandas de música.

Quem tem a oportunidade de ver uma orquestra sinfônica e prestar atenção não só na música, mas igualmente nos detalhes da execução constatará o poder de comando do Maestro, segundo o qual, cada músico, obedecendo à partitura em sua estante, executa os trechos sob sua responsabilidade e se mantém imóvel aguardando o momento de sua reentrada no contexto da música. Nenhuma tergiversação, nenhum cochicho, sequer um olhar para o músico ao lado.

Mas volvamos os nossos olhos para as nossas tradicionais bandas de música. Quem, da “velha guarda”, não se deleitou ao assistir uma retreta na Praça da Matriz, muitas vezes participando do “footing” e tendo a oportunidade de ver, no coreto, jovens e idosos dando o melhor de si para que o público pudesse apreciar os seus esforços e sua dedicação à música. Sem a pompa da orquestra sinfônica, mas com grande esmero, cada um procurando tirar o máximo de seu instrumento e do seu conhecimento.

Um ponto é coincidente na grande maioria dos Mestres de Banda que conheci e tive a oportunidade para me ilustrar nesse ponto e que me fez elegê-los como o paradigma do líder. Todos, segundo me parece, além da responsabilidade da apresentação pública do conjunto instrumental tinham a tarefa de descobrir o pendor musical de cada candidato a músico, ensinar-lhe a técnica do instrumento escolhido e desenvolve-lo até o ponto em que apto para se integrar ao conjunto. Alguns músicos neófitos não se restringiam àquele instrumento que lhe foi entregue e buscavam aprender outros entre os usuais na banda e, assim, mostrando a sua tendência para, no futuro, também empunharem a batuta.

Na vida profissional à medida que se vão galgando os cargos, convive-se com diferentes tipos de liderança, observando-se que aqueles mais eficientes são justamente os que se empenham em atribuir a seus subordinados as tarefas em que eles se dedicam com mais entusiasmo. Aliás, um dos preceitos de Confúcio já afirmava que o individuo que trabalhasse naquilo que gosta, teria a felicidade de não trabalhar nenhum dia em sua vida.

Procurei, quando exercendo as funções de comando, atribuir às tarefas obedecendo ao conceito de adequar o trabalho à tendência de quem poderia executá-lo.

Esse conceito levei para o Rotary, de tal sorte que, quando exerci a governança do Distrito 4610, no ano rotário de 1996-97, no treinamento dos presidentes dos clubes rotários procurei exaltar a liderança do mestre e as peculiaridades para distribuir as tarefas de acordo com a aptidão de cada um, ressaltando, como no desempenho da música, as responsabilidades inerentes às atribuições dentro do programa e das metas estabelecidas para aquele ano rotário. Os Presidentes-Maestro – como os nominei no nosso ano rotário – se constituíram numa equipe excepcional, coesa, dedicada, de tal sorte que, mesmo agora passados muitos anos da nossa gestão, nos reunimos para usufruir da amizade que se estreitou através dos tempos.

Tanto a Banda de Música quanto a Orquestra Sinfônica nos permite apreciar a importância do Maestro como líder incontestável, um verdadeiro paradigma.

(*) Nelson Weingrill - Rotary International

EGD 1996-97 - Distrito 4610

oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 MAESTRO, O PARADIGMA DO LÍDER – Por Nelson Weingrill (*) - Joomla