APLIQUE SEU DINHEIRO: INVISTA COM SEGURANÇA - Por Carlos Moraes (*)

Imprimir
Categoria: Dicas e Fatos

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

 

O cenário dos últimos anos tem sido preocupante para quem deseja investir. No mercado consi­derado de risco, a bolsa de valores teve um dos piores desempenhos semestrais desde 2008, a cotação do dólar cresceu consideravelmente, a inflação tem preocupa­do. Já a renda fixa e a poupança se tornaram opções com rendimen­tos pouco atrativos. Além disso, o governo através de uma política monetária não convincente des­peja no mercado uma incerteza quanto ao futuro da economia do País. O fundamental é ter cautela no momento de alocar seus re­cursos financeiros, para que assim possam ser evitados possíveis prejuízos.

De fato, quanto maior o risco da operação, maior será o ren­dimento. Investimentos como mercado de ações, fundos imo­biliários, fundos cambiais, renda fixa e derivativos, são opções que oferecem grandes ganhos, se fo­rem alocadas grandes quantias. O que precisa ser feito diante dessas opções, é diversificar a forma de investir, ou seja, aplicar uma parte do dinheiro em renda variável, uma parte em renda fixa e outra parte em fundos multimercados.

Havendo a pulverização, o risco tende a diminuir um pouco, por conta de que os investimentos nesta ordem estão indexados a diferentes indicadores da econo­mia - se houve queda da renta­bilidade em uma operação, outra poderá compensar. Existe ainda a possibilidade de investimento em fundos de capital garantido, na qual protegem o patrimônio, as­segurando no mínimo a mesma quantia aplicada.

Por outro lado, quanto menor o risco da operação, menor será o rendimento. No entanto, diante do cenário vivido, essas opções podem ser atraentes também. Poupança, CDB, Títulos do Tesou­ro Direto, bem como, o Plano de Previdência Privada, destinam-se ao perfil daqueles que tem por objetivo acumular capital. Com um valor menor a ser alocado, o risco tende a diminuir, uma vez que essas modalidades são as indicadas para aqueles investido­res mais conservadores.

Como já vimos anteriormente, para estas operações é crucial definir o re­gime de tributação do IRPF mais adequado quando da retirada do capital. Outra dica importante no momento de investir em opera­ções dessa natureza é escolher papéis indexados à inflação. Assim, garantirá ao menos uma proteção contra as elevações de preços da economia.

Contudo, de nada adiantará investir se a pessoa não aprender a ter um perfil de investidor, ou seja, ter disciplina. Para prosperar financeiramente é fundamental conhecer as operações minucio­samente para que assim consiga obter resultados significativos. Independente se o mercado estiver subindo ou caindo, é preciso poupar sempre, só assim conse­guirá acumular um património desejado.

(*) Carlos Moraes - Consultor Financeiro e Professor (morai O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. )

GBOEX – Previdência e Seguro de Pessoas – Informativo 1/2014| 38ªEdição

www.gboex.com.br

ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 APLIQUE SEU DINHEIRO: INVISTA COM SEGURANÇA - Por Carlos Moraes (*) - Joomla