S A Ú D E N A AN D R O P A U S A – LUIZ FREITAG , Dr. (*)

Imprimir
Categoria: Dicas e Fatos

                              Não há consenso entre os médicos com relação ao diagnóstico de andropausa. O aparecimento desta síndrome – reunião de várias queixas – pelos pacientes pode–se dar entre os 45 e 50 anos em homens, geralmente mais estressados, empresários que dão atenção demasiada ao seu próprio negócio, esquecendo o lazer, entre outras prioridades.

                         Surge como alteração hormonal, preconizadora do homem envelhecendo. Em inglês, é conhecida como

                            PADAM   (partial androgen deficiency  of aging male).

Os níveis de testosterona – principal hormônio masculino – começam

a diminuir com menor produção pelos testículos.  A andropausa não se manifesta em todos os homens.

                        Os sinais mais comuns e que são observados pelo paciente são:       

– diminuição da massa muscular,

– bem como da força muscular,

– diminuição da libido (desejo sexual), provocando disfunção erétil (perda de  

    potência sexual)

 

– e até depressão.

                        Aproveitando-se desta situação, um grupo de médicos norte-americanos criou uma nova entidade médica chamada medicina antienvelhecimento (anti-aging) não reconhecida até hoje como especialidade no curriculum médico.  A orientação destes médicos é de receitar hormônios como a testosterona e vitaminas aos pacientes, mesmo que as taxas sanguíneas estejam normais.

                         Em diversos estudos, estas prescrições, não comprovaram reverter perdas hormonais ocorridas pelo passar dos anos. Infelizmente, até esta data, não foram encontradas evidências confiáveis de benefícios ao homem. Pior ainda, o uso continuado de hormônios, poderá trazer sérios prejuízos à saúde, com danos pelo desequilíbrio das taxas normais e até o desenvolvimento de doenças graves como diabetes e câncer.

                         O rastreamento de mais de 10.000 publicações médicas, com apresentação em Congressos de Cardiologia, Endocrinologia e Geriatria, no mundo todo, mostrou surgimento de alterações como atrofia dos testículos, infertilidade, alterações no fígado e aumento das mamas masculinas (ginecomastia).

                        Aqui, após divulgação desses tratamentos em programas de Televisão de grande audiência, o Conselho Federal de Medicina (CFM), baixou o Parecer nº 29, em julho deste ano, elaborado por membros da Câmara Técnica de Geriatria, sobre a prática desta medicina antienvelhecimento no Brasil.

                         Este Parecer também alerta aos médicos que fazendo publicidade imoderada, sensacionalista e promocional, quanto à utilização de tratamentos hormonais para o rejuvenescimento, incorrerão em transgressão ao Código de Ética Médica Brasileiro.

                        Se você, amigo Empresário, for se submeter a qualquer terapia envolvendo hormônios para bloquear o envelhecimento, aconselhamos a não fazê-la, pois não há comprovação segura de benefício ao organismo com estes tratamentos.

                        SE FOR O CASO, OUÇA UMA SEGUNDA OPINIÃO.

 

(*) LUIZ FREITAG  - Dr. -  médico geriatra, autor do livro “Como transformar a terceira idade na melhor idade” Ed. Alaúde. SP.  Membro titular da Academia de Medicina de São Paulo- O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 S A Ú D E N A AN D R O P A U S A – LUIZ FREITAG , Dr. (*) - Joomla